a minha história #1


Sou leitora fiel de alguns Blogs e para além dos artigos com dicas e partilhas que me interessam, gosto de conhecer quem está do outro lado, quem é, o que faz, quais as suas motivações e vivências. Por isso sei que quem segue um Blog ou uma Blogger, quer para além de conteúdo que seja útil, que o ajude e motive, conhecer melhor a pessoa que está por detrás do Blogue. 
Quem é aquela pessoa que escreve, qual a sua história, quais as suas motivações? Para além disso acho importante escrever sobre a minha vida, é um exercício de gratidão e retrospectiva excelente, daí ter decidido trazer esta rubrica, a minha história.
Não vou escrever por ordem cronológica ou com uma sequência lógica, vou simplesmente colocar no papel (ecrã) pedaços da minha história.

O meu percurso de vida, à semelhança de tantos outros, não tem sido linear, tem altos e baixos, decisões, indecisões, passos em frente, passos para o lado, passos para trás. Mas o mais importante é ter chegado ao dia de hoje em paz comigo e com a minha história. 

Não sou radical em nada na vida, quase não como carne mas também não sou vegetariana acérrima, abro excepções se tiver de ser e se me apetecer.
Não dou açúcares aos meus filhos, mas se tiverem numa festa de aniversário não os proíbo de comer doces. 
Tenho um Armário Cápsula que não é rígido, não é constituído por um número máximo ou fixo de peças, além de que se encontro alguma peça chave que me faça falta ou que esteja com um preço especial, não espero pela mudança de armário para a comprar.
Sou uma leitora assídua, mas também posso estar um dia sem ler, e decidir ocupar o meu tempo com uma série ou um filme que gostava muito de ver.
Tento ser equilibrada e razoável em tudo na minha vida, e está tudo bem! 

E esta é a mensagem que hoje quero partilhar convosco, sejam flexíveis com (e na) a vida, a vida não é preta ou branca, a vida tem muitas tonalidades e todas elas são bonitas e todas elas fazem falta. Sim, parece só bonito de se escrever ou dizer, mas garanto-vos que é mesmo verdade, e nisto também fiz um caminho, pois afinal nós não controlamos nada e de um momento para o outro a vida pode pôr-nos de pernas para o ar. Sei bem do que falo, pois desde Março de 2016 que a minha vida deu uma reviravolta total e desde esse dia que tenho feito um caminho gigante para ser mais calma, mais ponderada, mais equilibrada, para aproveitar mais o dia de hoje, o presente, porque na realidade ninguém sabe o que ainda está por vir.
Vou deixar de tagarelar e deixar-vos ir à vossa vida, bom fim-de-semana!

Leiam No dia em que o meu coração parou, para conhecer mais um pouco da minha história. 

Beijinhos * Cláudia 
[Acompanhem o meu dia a dia no Instagram e no Facebook]

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© by Cláudia Gonçalves Ganhão . Design by Fearne.