Os Melhores: Livros de Ficção de Autores Portugueses Contemporâneos


Sou uma leitora assídua e muitas vezes até compulsiva, adoro ler e sou fã dos Autores Portugueses Contemporâneos. Estes são, para mim, os Melhores Livros de Ficção de Autores Portugueses Contemporâneos.
Equador da autoria do Miguel de Sousa Tavares
Equador é um retrato brilhante da sociedade portuguesa nos últimos dias da Monarquia, que traça um paralelo entre os serões mundanos da capital e o ambiente duro e retrógrado das colónias. Comovente e perturbador.

O Pecado de Porto Negro da autoria de Norberto Morais
O Pecado de Porto Negro, obra finalista do Prémio LeYa, é um mosaico de histórias que se vão encadeando para construir um romance admirável sobre o carácter circular do destino e a capacidade que o passado tem de nos vir bater à porta quando menos esperamos.

Ensina-me a Voar sobre os Telhados da autoria de João Tordo
Algures entre o sonho e a mais pura realidade, Ensina-me a voar sobre os telhados é um lugar onde um pai e um filho aprendem a amar-se,é um espaço onde se procura aceitar dores antigas e abraçar a fragilidade humana. Um romance que é uma elegia à beleza imperfeita da vida.

O Meu Irmão da autoria de Afonso Reis Cabral
O Meu Irmão, vencedor do Prémio LeYa 2014 por unanimidade, é um romance notável e de grande maturidade literária que, tratando o tema sensível da deficiência, nunca cede ao sentimentalismo, oferecendo-nos um retrato social objectivo e muitas vezes até impiedoso.

Livro da autoria de José Luís Peixoto
Avassalador e marcante, Livro expõe a poderosa magnitude do sonho e a crueza, irónica, terna ou grotesca, da realidade. Através de histórias de vida, encontros e despedidas, os leitores de Livro são conduzidos a um final desconcertante onde se ultrapassam fronteiras da literatura. Livro confirma José Luís Peixoto como um dos principais romancistas portugueses contemporâneos e, também, como um autor de crescente importância no panorama literário internacional.

Filho de Mil Homens da autoria de Valter Hugo Mãe

Raramente a Literatura universal produziu um texto tão sensível e humano quanto este. O filho de mil homens é uma obra da ourivesaria literária de Valter Hugo Mãe. Uma experiência de amor pela humanidade que explica como, afinal, o sonho muda a vida.


Para onde vão os Guarda-Chuvas da autoria de Afonso Cruz
Um magnífico romance que abre com uma história ilustrada para crianças que já não acreditam no Pai Natal e se desdobra numa sublime tapeçaria de vidas, tecida com os fios e as cores das coisas que encontramos, perdemos e esperamos reencontrar.

Jerusalém da autoria de Gonçalo M. Tavares
Jerusalém foi o romance mais escolhido pelos críticos do jornal Público como "livro da década."

Fazes-me Falta da autoria de Inês Pedrosa
Contado em duas vozes - uma delas a de alguém que acaba de morrer - Fazes-me Falta entrecruza o olhar de duas gerações, e traça a história de uma amizade profunda e sem ponto final, com todas as suas reminiscências, remorsos, e tesouros.

Num romance de grande intensidade poética que nos conduz ao mundo dos sentimentos imortais, Inês Pedrosa debruça-se sobre a vida, a morte, o irreparável


Eu Hei-de Amar uma Pedra da autoria de António Lobo Antunes
Durante anos, às quartas-feiras, numa pensão de Lisboa, uma homem e uma mulher encontram-se para viver uma paixão renascida após uma longa interrupção.

Um extraordinário romance que cruza as fotografias da memória desse amor clandestino, dos dois amantes e dos que os rodeiam.


O Homem de Constantinopla de José Rodrigues dos Santos
Inspirado em factos reais, O Homem de Constantinopla reproduz a extraordinária vida do misterioso arménio que mudou o mundo - e consagra definitivamente José Rodrigues dos Santos como autor maior das letras portuguesas e um dos grandes escritores contemporâneos.

Boas Leituras! 


❤ Instagram @claudiagoncalvesganhao

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© by Cláudia Gonçalves Ganhão . Design by Fearne.