segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Nova Iorque, uma cidade inesquecível!

Fui a primeira vez a Nova Iorque em 2009, com o meu marido em lua-de-mel e fiquei maravilhada com literalmente tudo, é quase impossível não ficar siderado com tudo o que nos rodeia, voltei há 2 semanas, 9 anos depois com duas queridas amigas e Nova Iorque continuou a exercer a sua magia sobre mim.



A primeira vez é sempre a primeira vez, mas voltar e revisitar os locais que mais nos marcaram, revisitar os locais onde fomos felizes, descobrir as diferenças, em 9 anos a cidade mudou um pouco, as principais diferenças que notei, foi o número de turistas e de pessoas, que aumentou exponencialmente. Outra das diferenças foram o número de arranha-céus que surgiram nesses 9 anos e quantidade de obras, em qualquer canto se vê mais um arranha-céus a nascer.



Nós as 3 já conhecíamos a cidade por isso não levávamos itinerário pré-definido, resolvemos somente andar pela cidade e desfrutar do estilo de vida nova iorquino, acordar cedo, andar de transportes públicos, que são excelentes e nos levam a todo o lado, escolher um dos maravilhosos locais para tomar um grande pequeno-almoço, com tudo o que temos direito: panquecas, granola, ovos, sumo natural, café. 


Depois do estômago saciado e das energias repostas, passearmos pela cidade: na Midtown, deixar-nos deslumbrar por Time Square, pelo Empire State Bulding, o Rockefeller Center, passear no Central Park, descansar no Bryant Park, ir ao Battery Park perdemo-nos nas margens do Hudson e ver a Estátua da Liberdade ao longe. 

Estar no novo World Trace Center e sentir o arrepio face à barbaridade do que ali se viveu, e emocionada rezar pela paz no mundo e por todos aqueles que inocentemente perderam a vida. 



Ir ao Macy's, os grandes Armazéns que fazem as delícias de qualquer mulher. Fazer compras no Whole Foods, o supermercado orgânico mais maravilhoso de sempre e onde destaco a manteiga de amendoim feita na hora e os Bagels. Não esquecendo uma ida à Vitoria's Secrets.

Jantar no Meatpacking District ou em East Village, não esquecendo o Soho, Tribeca, o Finantial District. Dizem que a cidade nunca dorme e é verdade, qualquer que seja a hora há sempre gente para trás e para a frente, há sempre movimento, barulho e uma loja de conveniência aberta.

Em Nova Iorque há de tudo, gente rica, muito rica, gente remediada, gente pobre e muito pobre. Há gente bonita e bem vestida, há vagabundos e todos os estilos possíveis e imaginários. Há lojas de luxo e há lojas que vende tudo a preços de arrasar, há fast food baratíssima e há comida bem confeccionada e com preços exorbitantes. Dizem ainda que Nova Iorque é a cidade das oportunidades e eu acredito que tudo seja possível por lá...



Por fim regressar a casa com o coração cheio e com a certeza que esta cidade e esta viagem são um marco muito importante na minha vida, um ponto de viragem, um culminar de um ciclo e o começo de outro, e uma gratidão enorme no coração! 


"Baby, I'm from New York!
Concrete jungle where dreams are made of
There's nothing you can't do
Now you're in New York!
These streets will make you feel brand new
Big lights will inspire you
Hear it for New York!
(New York, New York, New York)"

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© by Cláudia Gonçalves Ganhão . Design by Fearne.