quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Os Melhores: Gelados de Lisboa

Quando o calor aperta há algo que pequenos e graúdos não dispensam: um delicioso e refrescante gelado, certo? Estes são os melhores gelados da cidade de Lisboa, aqueles que ninguém deve deixar de experimentar. 

Amorino | Rua Augusta 209 - Baixa 
A gelataria que ficou conhecida pelos gelados em flor, tem 3 lojas em Lisboa. O segredo dos seus gelados italianos de excelência é a selecção de ingredientes da mais alta qualidade, procurando-os onde estes melhor se dão, dando prioridade a ingredientes detentores de uma denominação de origem controlada (DOC) sempre que possível. É usar apenas leite gordo fresco e fruta colhida apenas quando está verdadeiramente madura. É não adicionar nada artificial e apreciar em pleno os verdadeiros sabores da Mãe Natureza.

Artisani Gelado Artesanal | Doca de Santo Amaro 
A Artisani tem actualmente 5 lojas na cidade, mas a primeira e mais conhecida é na Doca de Santo.  Os Gelados Artisani são gelados artesanais, com textura e a frescura do verdadeiro gelado artesanal italiano. São gelados naturais e feitos todos os dias.Artisani recorre às melhores marcas na confecção dos gelados. Produz os seus gelados com leite vigor e os seus sorbets com água de Luso. Respeita as origens dos ingredientes, escolhe os melhores frutos secos, o melhor cacau e as melhores frutas. Trabalha com a fruta da época e privilegia a fruta nacional. Os seus sabores podem ser tradicionais, caseiros ou então originais e exótico.


Conchanata | Avenida da Igreja 28 A - Alvalade 
Os Gelados Conchata são aquele clássico na zona de Alvalade. Criada em 1946 e registada em 1977, (pelos italianos Quintílio e Alfo Tarlattini) é hoje de Michele Tarlattini. Os gelados seguem a receita original, são 100% artesanais, confeccionados com paciência e ingredientes de verdade sem aditivos. A tradicional Conchanata continua a ser quatro bolas de gelado (três delas de baunilha e uma de nata) cobertas por molho de morango.

FIB – Il Vero Gelato Italiano | Avenida Padre Manuel da Nóbrega, 13E - São João de Deus
A Gelataria FIB abriu em Março de 2014 no Areeiro e desde aí fabrica diariamente verdadeiros gelados italianos, usando ingredientes de elevada qualidade, frescos e naturais.  A FIB tem ainda uma variedade de  sabores vegan, tais como: banana, amendoim, abacate, ou arroz e goji. 

Fragoleto | Rua da Prata, 61-63 - Baixa 
Dizem que se encontra na Fragoleto os melhores gelados vegan da cidade, de fabrico artesanais com 0% lactose e 0% de glúten. A variedade é imensa, desde: gelado de canela, gelado de mel com gengibre e gelado de chá Kashmir (mistura de especiarias), gelado de açafrão, de leite-creme com cardamomo, de nata com anis estrelado, de speculoos (bolachas feitas com especiarias).

Gelato Davvero | Avenida Dom Carlos I, 39 - Santos
A gelataria Davvero tem cinco lojas em Lisboa e os seus gelados são todos servidos à espátula, como é tradição em Itália, sendo todos feitos com todos feitos com ingredientes naturais e frutas da época, sem adição de corantes.
Imperdíveis são os gelados de noz, amendoim, biscoito romano, chocolate e menta, chocolate e laranja, chocolate, fior de latte (flor de leite), fragola (morango), kibana (banana e kiwi) e nocciola (avelã), nocciolina (amendoim), vaniglia (baunilha), fico (figo) ou mandorla (amêndoa).

Mú – Gelato Italiano | Campo dos Mártires da Pátria, 50 - Pena 
A Mú abriu em Junho de 2014 e tem actualmente 2 lojas na cidade com o mote “tradição italiana com sabor português”
Os gelados são feitos pelo método tradicional italiano (100% artesanal) que obriga a que a mistura de fruta, açúcar e leite fique a repousar durante a noite (12 horas). A fruta usada nos sabores é comprada em Portugal. Apenas gelados naturais em cone ou copo, com ingredientes de qualidade e sem adição de corantes, aditivos químicos, conservantes, óleos vegetais, gorduras hidrogenadas e adoçantes sintéticos. 

Nannarella | Rua Nova da Piedade, 64A - São Bento 
Desde Março de 2013 para os lados de Assembleia, tendo agora dois espaços na cidade, a Nannarella tem gelados e sorvetes 100% naturais, sem corantes nem conservantes, feitos a partir de receitas tradicionais, de forma artesanal com as melhores matérias primas. Faça chuva ou faça sol a fila à porta diz algo acerca destes gelados. 

Pascoalini | Rua da Palmeira, 28B - Princípe Real 
O projecto que se iniciou em Santarém tem desde Maio de 2017 uma loja física em Lisboa. A Pascoalini serve gelados e sorvetes artesanais com sabores típicos da região do Ribatejo: Pampilhos, os famosos bolos escalabitanos; Celestes, doces conventuais à base de ovos e amêndoa, e a mousse de chocolate com arrepiado, típico de Almoster, mas também versões tradicionais com fruta fresca, como morango, melão, figo, pêra rocha e tomate, ou os de chocolate. 

Santini | Rua do Carmo, 9 - Chiado 
Há mais de sessenta anos, no Tamariz e talvez sem ter na altura a noção da dimensão do seu gesto, Attilio Santini abriu as portas da mais conhecida gelataria portuguesa. Hoje com 10 lojas pelo País, nomeadamente 4 na cidade de Lisboa, o Santini é sem dúvida uma das maiores referências de gelados em Portugal. 

Sobertino | Rua da Misericórdia, 23 – Bairro Alto
A gelataria científica, pela mão de um especialista e investigador de virologia na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa que no seu novo laboratório, prepara dezenas de sabores, procurando e seleccionando os melhores ingredientes de todos os cantos do mundo para criar o 100% natural e caseiro Sorbettino. São imenso os sabores, fruta e variados chocolates: há dez gelados diferentes, todos sem leite — o simples de chocolate, de chocolate com avelã, chocolate branco, chocolate branco com avelã, e seis variedades de chocolate negro. 


Espero que gostem das sugestões, não percam em breve mais edições da rubrica Os Melhores! 
Beijinhos

Photo by Dakota Corbin on Unsplash

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© by Cláudia Gonçalves Ganhão . Design by Fearne.