quarta-feira, 18 de julho de 2018

Se um dia me perguntares porquê


À medida que o tempo vai passando há situações que vão sendo mais fáceis de aceitar e de conviver, mas também haverá situações mais difíceis de lidar. Penso muitas vezes no dia em que me irás perguntar o porquê.
Mamã, porque é que isto me aconteceu?
Porquê a mim, mamã?

Quero ter a resposta certa para te dar.
Quero poder dizer-te a verdade sem te magoar, sem te fazer sofrer.
Quero conseguir dizer-te com todo o meu coração e amor sem transmitir tristeza, mágoa ou revolta.
Quero conseguir mostrar-te que não faz mal, que vais ser tão ou ainda mais feliz do que se isto não te tivesse acontecido.
Quero dizer-te que vai correr tudo bem.
Quero não me sentir culpada.
Quero conseguir dizer tudo aquilo que precisas de ouvir.
Quero conseguir sossegar o teu coração.
Quero conseguir mostrar-te toso o meu amor, orgulho e respeito por ti.
Quero que sorrias para mim e comigo e juntos sorriremos para a vida.
Quero que sejas feliz.
Quero que sigas em frente com confiança.
Quero que não tenhas medo.
Quero que me perdoes.
Quero que seja resiliente, paciente.
Quero que aceites e te aceites.
Quero que tenhas força e coragem.
Quero que nunca desistas.
Quero que confies e acredites.

E assim me deparo com a minha impotência, com a minha pequenez perante a vida. Mas também me deparo com tudo o que uma mãe pode fazer pelos seus filhos, o meu poder é passar-te a mensagem que me vai no coração: de fé, esperança e amor. Vai correr tudo bem meu Amor!

Photo by Evan Dennis on Unsplash

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© by Cláudia Gonçalves Ganhão . Design by Fearne.