quinta-feira, 12 de julho de 2018

Quero desligar e não consigo!

Férias, supostamente aquele período do ano em que desligamos de tudo, em que o cérebro faz reset, em que os pensamentos são leves, livres e soltos. Mas este ano não estou a conseguir desligar, estou num desassossego enorme. 
Ideias, pensamentos, medos, angústias, listas de coisas para fazer, tantos objectivos por concretizar, acho que fui engolida por uma ansiedade incontrolável. E não estou a falar disto de ânimo leve, a realidade é que não consigo controla-la na maioria das vezes, tento aprender diariamente a lidar, mas não consigo, a medicação ajuda temporariamente, mas sei que não é a solução nem o caminho que procuro e quero seguir.

Como se vive diariamente com ansiedade?
Como se lida com a doença de um filho?
Como se lida com o ver partir quem sempre se conheceu? 
Como se lida com tantas obrigações e coisas para fazer que não se quer fazer, mas que a vida nos obriga?
Como se lida diariamente com pessoas que não nos dizem nada, que não estão no mesmo comprimento de onda? 
Como se lida com a falta de tempo para pensar, parar e respirar, quando tudo e todos nos dizem para acelerar e seguir, que parar é para os fracos?
Como se desliga o cérebro, a avalanche de pensamentos, a vontade de gritar?
Como se faz quando o nosso corpo começa a a somatizar? As comichões, as enxaquecas, as faltas de ar, as palpitações?
Têm sido períodos difíceis, e estas férias estão a ser também difíceis. 
A vontade nula de regressar à vida de antes, a quantidade de coisas que me esperam para fazer e realizar, as malditas obrigações, ter de fazer e ser alguém que não sou eu, representar um papel, ouvir comentários sobre o que se espera de mim, sobre o que se pensa de mim. Expectativas contrárias!
Avalanche de pensamentos!
Ansiedade ao rubro!

Ansiosos que me leem preciso de todos os truques e dicas!


2 comentários

  1. Estou aqui para o que precisares, grande beijinho

    ResponderEliminar
  2. Claudia como te compreendo! Ainda hoje fui ao médico por causa das palpitações :) Ansiedade, ansiedade!! O meu corpo tambem somatiza tudo! Por aqui é mais um medo terrível das doenças(hipocondria). Enfim acho que é parar, respirar e agradecer tudo o que a vida me tem dado. É difícil quando a ansiedade toma conta mas é o caminho. Beijinho grande
    Catarina Fonseca

    ResponderEliminar

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© by Cláudia Gonçalves Ganhão . Design by Fearne.