segunda-feira, 4 de junho de 2018

Depois da revolta chega a Paz

Não acredito que tudo se ultrapasse com serenidade e de sorriso no rosto, pelo menos para mim, faz parte do processo chorar, gritar, sentir revolta, questionar, querer perceber, perguntar o porquê, ficar triste, querer desistir, duvidar…

Depois de todas essas fases mais ou menos demoradas, consoante cada indivíduo, vem a massa de que é feita quem agarra a vida e as oportunidades.
Foi assim com tantas coisas na minha vida e foi assim com o diagnóstico do meu filho. Houve revolta, muitas lágrimas, tristeza, raiva, dor. Mas não deixo que esta situação me defina ou limite, tudo faço e farei para ter motivos para sorrir, para ter motivos para ser feliz, mesmo tendo na minha vida esta situação.

A vida não é perfeita, todos temos problemas e situações por resolver e só há um caminho possível, a meu ver, dar a volta por cima, procurar a felicidade nas pequenas coisas e não deixar que nada nos impeça de sermos felizes.

Paz, procuro paz diariamente, paz no coração, na mente, na alma e ela chega, acaba por chegar, por vezes não quando e do modo que queremos, mas acaba por chegar. Vivamos pois em paz, sem receios, sem vergonha e de cabeça erguida.

Photo by Milada Vigerova on Unsplash

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© by Cláudia Gonçalves Ganhão . Design by Fearne.