quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Sem título...

Sentei-me ao computador porque tenho mil e um assuntos sobre os quais quero escrever: os meus L's, os meus pensamentos, as minhas experiências, a vida... mas não consigo.

A vida surpreende-nos a cada instante, às vezes desilude-nos, às vezes surpreende-nos, às vezes somos felizes, às felizes ficamos tristes, mas continuo a dizer que o mais difícil, o mais complicado, o mais intrincado são as pessoas, pessoas que complicam tudo, pessoas que não veem o bem em lado nenhum, que têm inveja, mesquinhas, pequenas, vazias, sem qualquer amor próprio quanto mais pelos outros (e coisas piores que nem quero escrever para não me fazerem mal).

Gostava que a minha carapaça fosse ainda mais impenetrável, a realidade é que tenho aprendido a proteger-me cada vez mais de quem não está no meu comprimento de onda, mas ainda me surpreendo, ainda me desiludo, pois começo sempre por confiar, por acreditar nas pessoas... nada a fazer... sou de carne e osso, sou emocional mais do que racional, mas vou ouvir ainda mais o meu coração e a minha intuição.

Acredito com todas as minhas forças no bem, no amor, na harmonia e quero estar longe, bem longe dessas pessoas, e acredito ainda que mais tarde ou mais cedo essas pessoas vão perceber tudo o que têm estado a perder ou tudo o que já perderam (anos de vida, luz, tranquilidade, realização, amigos, amor, oportunidades infintas de serem felizes, de agradecer).

E agora vou para o meu ninho beijar os meus filhos de boa noite, agradecer à vida, ler um bom livro e beber um chá bem quente...


Foto daqui

Enviar um comentário

Instagram

TODAS AS IMAGENS E CONTEÚDOS DESTE BLOG SÃO PROPRIEDADE DE CLÁUDIA GONÇALVES GANHÃO.
NÃO É PERMITIDO COPIAR OU UTILIZAR QUAISQUER CONTEÚDOS DESTE BLOG
PARA QUALQUER FINALIDADE SEM AUTORIZAÇÃO DA MESMA.
© by Cláudia Gonçalves Ganhão . Design by Fearne.